Português


Bem vindo ao nosso website!

 

1. Sobre o ‘Architecture of the Games’


O “Architecture of the Games” foi iniciado em agosto de 2013 com o objetivo de informar arquitetos e outros interessados sobre design espacial e arquitetônico nos Jogos Olímpicos. Nós escrevemos principalmente sobre o planejamento urbano, arquitetura de paisagismo, arquitetura e infraestrutura. Também damos atenção à identidade visual dos Jogos Olímpicos. Atualmente, o Architecture of the Games é o único site completamente focado neste assunto.

Uma vez a cada 4 anos, todos os olhos estão focados em um evento, os Jogos Olímpicos. Neste pódio, todos os atletas e cidades sede querem mostrar o seu melhor para o mundo. A arquitetura das instalações muitas vezes é usada para isto e, portanto, se tornam icônicas para o evento. Pense na construção do telhado em forma de tenda do Estádio Olímpico em Munique (Frei Otto, 1972) ou o impressionante “Ninho de Pássaro” em Pequim (Herzog & De Meuron e Ai Weiwei, 2008).

No Architecture of the Games você pode ler as últimas notícias, complementadas com análises e relatos de visitas às cidades sede anteriores. Nós acompanhamos as cidades desde a primeira candidatura, durante o processo de proposta e na preparação para os Jogos. Finalmente, nós relatamos sobre o legado que os Jogos deixam na cidade. Em 2016, estaremos prestando atenção especial aos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro.

Você pode entrar em contato por meio do formulário de contato nesta página, ou nos seguir no Twitter, Facebook e Instagram.

 

2. Rio de Janeiro 2016 – Primeiras Olimpíadas Na América Do Sul


De 5 a 21 de agosto de 2016, o Rio de Janeiro vai sediar os primeiros Jogos Olímpicos da América do Sul. A “Cidade Maravilhosa” foi escolhida em 2009 no 121º congresso IOC, com concorrentes como as cidades de Madri, Tóquio e Chicago. Após a Copa do Mundo organizado pela FIFA em 2014, as Olimpíadas serão o 2º evento de grande porte organizado em um curto espaço de tempo no Brasil. O Rio de Janeiro também sediou os Jogos Pan-Americanos em 2007.

Planejamento, regiões e instalações
O Rio de Janeiro é uma das cidades mais lindas do mundo. Os cariocas vivem no meio de uma paisagem espetacular, onde o oceano se encontra com montanhas abundantemente verdes. Porém, as diferenças de altitude dificultam o planejamento urbano, com o crescimento incontrolável e a infraestrutura sendo os maiores desafios.

Os Jogos no Rio de Janeiro serão relativamente compactos. Com a exceção do jogos de futebol, todos os eventos esportivos situam-se dentro da cidade do Rio de Janeiro (outras cidades que irão hospedar os jogos de futebol são: Belo Horizonte, Brasília, Salvador, São Paulo e Manaus). As instalações situam-se em quatro bairros: Barra, Deodoro, Maracanã e Copacabana. A Barra da Tijuca é a região mais importante, contendo o Parque Olímpico, Vila Olímpica, centro de mídia com hotel e a maioria das instalações da competição localizadas lá.

Barra
A Barra da Tijuca é um bairro localizado ao sudoeste do centro. É a mais importante das 4 regiões. O Parque Olímpico foi construído em um pedaço de terra triangular banhado pela Lagoa da Tijuca nos dois lados.

Deodoro
Deodoro é o 2º maior conjunto, localizado ao noroeste do centro. Este distrito possui muitas instalações que foram usadas durante os Jogos Pan-Americanos em 2007, como por exemplo, os centros de tiro e hipismo.

Maracanã
A região do Maracanã sediará os grandiosos eventos, como atletismo e as cerimônias de abertura e encerramento. O conjunto fica próximo ao centro e é de fácil acesso. Todas as instalações desta região já estão prontas.

Copacabana
As famosas praias e montanhas de Copacabana formam o pano de fundo para os eventos ao ar livre. Por causa de sua localização ao sul do centro, esta região é incrivelmente acessível. Os jogos em Copacabana serão os mais recomendados para os visitantes, tendo esportes como remo, ciclismo e maratonas aquáticas parcialmente gratuitos para assistir.

Arquitetura do Rio 2016
O Brasil possui uma rica tradição arquitetônica com grandes arquitetos, contando com nomes como Lina Bo Bardi, João Filgueiras Lima, e claro, Oscar Niemeyer. O país tem uma sociedade diversificada com uma história complexa. Isto se reflete na arquitetura, com pessoas e a natureza tendo um papel fundamental.

Como em todos os Jogos, o Rio de Janeiro sedia algumas instalações especiais. Por exemplo, o Sambódromo, desenvolvido por Oscar Niemeyer. O local onde os grandes desfiles de carnaval ocorrem, agora é onde a maratona terminará e onde as competições de arco e flecha se passam. O lendário Maracanã apresentará jogos de futebol e, um estádio temporário de vôlei de praia será feito na praia de Copacabana. Mas também há algumas instalações novas que merecem atenção, como a Arena da Juventude (Vigliecca & Associados) e a Arena do Futuro (consórcio de Lopes Santos & Ferreira Gomes e AndArchitects). Esta última será removida após os Jogos e reutilizada na construção de quatro escolas.